Notícias

Tocantins e Mato Grosso: Secretário Tom Lyra recebe vereadora da cidade de São Félix do Araguaia, Patrícia Paiva

19/02/2021 - Ascom/Sics

Vereadora de São Felix do Araguaia, Patricia Paiva, ao lado do secretário Tom Lyra Vereadora de São Felix do Araguaia, Patricia Paiva, ao lado do secretário Tom Lyra - Flávio Cavalera / Governo do Tocantins

Com o objetivo de conhecer de perto as ações desenvolvidas pelo Governo do Tocantins e que também impactam o estado do Mato Grosso, a vereadora da cidade de São Felix do Araguaia, Patrícia Paiva, esteve reunida com o secretário da Indústria, Comércio e Serviços (Sics), Tom Lyra, na manhã desta sexta-feira, 19, na sede da Pasta. 

Na reunião, a representante do legislativo municipal destacou a importância econômica do Tocantins para as cidades que fazem divisa com o estado, localizadas na região do Vale do Araguaia, que começa a se transformar na mais nova fronteira agrícola do estado do Mato Grosso.

Os dois estados possuem características muito semelhantes e se completam em vários fatores. “A minha vinda até a Sics, a convite do secretário Tom Lyra, é justamente a fim de realizar este intercâmbio de informações para que possamos entender os projetos e ações desenvolvidas pelo Governo do Tocantins e que, consequentemente, exercem influência no desenvolvimento da nossa cidade”, pontuou a gestora acrescentando que muitos moradores de São Felix do Araguaia buscam no Tocantins serviços relacionados à educação, saúde e serviços.

O secretário da Indústria e Comércio, Tom Lyra, tem a mesma opinião e defende que uma das diretrizes do governador Mauro Carlesse é justamente este dinamismo entre os estados vizinhos para que não só o Tocantins, mas todo o Brasil possa crescer e alavancar o desenvolvimento econômico do país. “Receber líderes de outros estados é sempre muito produtivo, sobretudo no que diz respeito a esta sinergia. Acredito que o estado do Mato Grosso é um importante parceiro. Nesse sentido, podemos somar forças e viabilizar recursos para desenvolver as duas regiões, atraindo mais investidores e, consequentemente, gerar mais empregos”, concluiu.