Notícias

Indústria e Comércio realiza reunião do Núcleo de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais para planejar ações

11/03/2020 - Fábia Lázaro/Governo do Estado

Representando secretário Tom Lyra, superintende Márcio comanda reunião do NAPL/TO Representando secretário Tom Lyra, superintende Márcio comanda reunião do NAPL/TO - Flávio Cavalera

A Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) realizou, nessa quarta-feira, 10, a 33ª Reunião do Núcleo de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais, na sala de reuniões desta Pasta, para apresentar o balanço das ações realizadas pelo Núcleo de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais no Tocantins – NAPL/TO e planejamento para o próximo semestre.

A reunião foi aberta pelo superintendente Márcio Ferreira que, na ocasião, representava o Secretário Tom Lyra. Em seguida, o gerente do Núcleo de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais, Marcondes Martins, apresentou o trabalho realizado pela pasta para desenvolver o arranjo produtivo da piscicultura, considerado modelo no País.  Foram destacados o Programa Rota do Peixe, realizado em parceria com Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), em abril do ano passado, a liberação de peixes exóticos em barramentos, além dos investimentos de R$ 7 milhões do grupo norueguês Genomar Genetics e construção de modelo de linha de crédito para o setor da piscicultura, entre outras.

“O Ministério do Desenvolvimento Regional MDR propôs adotar o nosso modelo de gestão da piscicultura como referência para Região Norte do Brasil”, acrescentou. Marcondes Martins também destacou os resultados obtidos com o trabalho na cadeia do coco babaçu e do pequi, promovido em parceria com a UFT, que desenvolve pesquisa e produtos com valor agregado. 

O professor da Universidade Federal do Tocantins, Waldecy Rodrigues, explanou sobre a Metodologia adotada para atualização dos dados do Mapeamento dos Arranjos Produtivos no Tocantins. O representante da Secretaria da Fazenda e Planejamento, o economista Raimundo Casé expôs a importância da continuidade dos projetos para alcançar os objetivos traçados. “Quando temos um grupo tão heterogêneo, nós temos a obrigação dos projetos não ficarem parados”, ressaltou.

O superintendente da Indústria, Comércio e Serviços, Márcio Ferreira, destacou que é um desejo pessoal do secretário Tom Lyra que os arranjos produtivos sejam trabalhados, coesos, e alcancem resultados para o ano de 2020. “ O secretário Tom Lyra, cumprindo uma determinação do governador Mauro Carlesse, está empenhado em desenvolver estes arranjos produtivos para gerar mais oportunidade de trabalho e renda às famílias”, acrescentou.

Além da Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços, o núcleo é composto por representantes da Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (Fieto), OCB/SESCOOP, Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas),  Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Agência do Fomento do Tocantins, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Tocantins (Fecomércio), Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT), Instituto   de Desenvolvimento Rural do Estado do Tocantins (Ruraltins) e Instituto Federação de Educação, Ciência e Tecnologia (IFTO)  e Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro).