Notícias

Ridoval Chiareloto é homenageado por servidores da SICS

08/11/2019 - Fábia Lázaro/Governo do Estado

WhatsApp Image 2019-11-07 at 16.41.35.jpeg WhatsApp Image 2019-11-07 at 16.41.35.jpeg -
e520cd3d-f11d-45a2-be7c-c4b17185aa0f_500.jpg e520cd3d-f11d-45a2-be7c-c4b17185aa0f.jpg -
Despedida_500.jpg Despedida.jpg -
WhatsApp Image 2019-11-07 at 17.10.10.jpeg WhatsApp Image 2019-11-07 at 17.10.10.jpeg -

Uma confraternização marcou a despedida do secretário da Indústria, Comércio e Serviços, Ridoval Darci Chiareloto, no final da tarde desta quinta-feira,07, na sede da pasta.  O momento de emoção contou com a presença dos servidores, amigos, de empresários e do presidente da Associação Comercial e Industrial de Palmas, Joseph Madeira.

O Diretor de Indústria e Comércio, Vilmar Carneiro Wanderley, lembrou que o secretário trouxe para a pasta sua experiência, rede de relacionamento tanto e fora do Estado, até internacionais, que foram importantíssimos para se buscar novos investidores para o Tocantins.

Muito emocionado, o Diretor de Administração e Finanças, Tarcísio Cruz, elogiou a atuação do secretário, enfatizando que ele cumpriu seu propósito com muita humildade, simplicidade, marcas deixadas por ele. “ Queríamos que este ciclo fosse de 10 anos ou mais, e com isso se fechou o ciclo, mas que  deve se iniciar um outro bem maior”, afirmou.

O Diretor de Atração de Investimento e Desenvolvimento Estratégico, Paulo Mendonça, lembrou que o secretário sempre procurou direcionar a equipe, mostrando as posições contrárias de forma branda, e como as coisas podiam ser feitas por aqui, pela sua experiência adquirida em Goiás.

Ao final o secretário recebeu uma placa de homenagem dos servidores em reconhecimento pelo serviço prestado ao Estado.

Sem mágoa

O secretário disse, em seu discurso, que gostou muito de estar junto com a equipe, e que “não sai triste nem magoado com ninguém”. Ele revelou que já recebeu ligações de importantes líderes de Goiás, como Marconi Perillo e Vanderlan Cardoso, dizendo que estão sentindo sua falta por lá. O ex-secretário é empresário de sucesso em Anápolis - Go.

Chiareloto contou que, no Tocantins, encontrou “um apoio muito grande da sociedade, principalmente dos empresários”. “Fiz um pouquinho do que poderia fazer. Eu queria ideias grandes para o Tocantins. Acho que os grandes projetos para o Tocantins se dariam a partir do terceiro ano. Não se implanta os grandes projetos muito rápido. Se faz com o decorrer do tempo, com a ajuda de todas as secretarias, das federações, de todas as associações e apoio do governador”, afirmou.

Muito breve, muito precoce

O presidente da Acipa, Joseph Madeira, disse que Chiareloto deixa o governo “muito breve, muito precoce”, mas, ao mesmo tempo, com uma “intensidade que foi essa breve convivência”. “O quanto o senhor nos tocou, não pela autoridade, não pelo cargo, mas pelo ser humano, a pessoa que o senhor é”, disse o líder empresarial palmense.

Deixa um grande legado

Madeira contou ter tido contato com vários secretários. “Mas nenhum em que tivéssemos essa proximidade de alma como ser humano. Soma experiência, generosidade, comprometimento e sensibilidade com servidores, cumprindo assim a missão em que foi incumbido. O senhor nos deixa um grande legado, além de aprendizado e uma fonte de inspiração”, discursou o presidente da Acipa.